O DESAFIO CONTINUA TEXTO CHAVE: Mt 4.17-22

Temos um novo ano diante de nós e os desafios são muitos! É ano de Copa do Mundo, é ano de eleições gerais e isso significa que viveremos dias de incertezas, de tensões e, talvez, até de agitação. É nesse meio quem o Senhor nos coloca como Seus discípulos, como aqueles que precisam fazer a diferença, como aqueles que tem uma mensagem de esperança, transformação e vida a liberar. Por isso precisamos estar muito bem afinados com Jesus e Sua Palavra, bem como muito prontos e sensíveis para fazer aquilo que Ele espera de nós como discípulos. Não podemos nos omitir, nos esconder ou permanecer indiferentes. Deus quer que nos posicionemos e cumpramos nosso papel, tanto posicionalmente, como discípulos do Mestre, como em ações, proclamando a mensagem de salvação. Vejamos algumas lições do texto:

1. Jesus começou sua obra pregando – v. 17
Com certeza, não missão mais honrosa e importante do que proclamar a mensagem do evangelho. Jesus começa seu ministério proclamando a Palavra! Uma mensagem de impacto, que exigia uma resposta de quem a ouvisse. Mais do que nunca as pessoas precisam se arrepender, lançar fora seus erros, abandonar suas práticas equivocadas. Jesus prega a Palavra! Paulo, na sua carta a Timoteo, o desafia a pregar insistentemente o evangelho (2 Tm 4.1,2). Jesus desafia cada discípulo a ser uma testemunha, isto é, alguém que proclama a mensagem do evangelho e do perdão de Deus. Pregação é o instrumento usado por Deus para alcançar os corações e transformar as vidas. Portanto, neste ano em nosso lema é: “Cidade de Deus, a conquista de territórios” a pregação, o testemunho, o empenho de tornar Jesus e sua vontade conhecidos deve ser a motivação de todos nós. A palavra dada em visão a Paulo pelo Senhor é a mesma que Ele dá a cada um de nós (At 18.9,10).

2. O conteúdo da primeira mensagem de Jesus – v. 17 b
Arrependam-se! A necessidade do arrependimento se constitui numa das bases do cristianismo e é importante que todos entendam isso. Ricos, pobres, nobres ou pessoas simples, de toda raça e cultura, precisam passar pelo arrependimento para acessarem o Senhor. O verdadeiro arrependimento não é um ato fútil e leviano. O verdadeiro arrependimento consiste em completa mudança, a qual se traduz por um total quebrantamento, confissão dos pecados, ódio contra o pecado e a firme resolução de não mais voltar a prática daqueles erros. Ao verdadeiro arrependimento deve sempre acompanhar a fé genuína em Cristo Jesus, na sua obra realizada por nós na cruz. Após o Pentecostes, quando Pedro se levantou para pregar, a pergunta do povo foi: “E agora, o que devemos fazer?” A resposta do apóstolo está em At 2.38. Paulo, quando reunido com os líderes da igreja de Éfeso, lhes compartilha qual havia sido a tônica da sua mensagem (At 20.21). Arrependimento e fé!

3. A origem dos discípulos de Jesus – vs. 18,22
Os discípulos pertenciam a uma classe social muito humilde, pois eram pescadores. Isso mostra que a fé cristã é para todas as pessoas e que todos são chamados para compartilhar a mensagem da salvação! Há uma frase que citamos no Encontro: “Deus não chama os capacitados, mas habilita os chamados”. Isto é maravilhoso e é o que vemos no chamado dos simples pescadores para participarem no seleto grupo de discípulos de Jesus. Simplesmente maravilhoso! Se isso não fosse de Deus, o cristianismo não teria feito tantos progressos, não estaria espalhado pelo mundo inteiro, não teria tantos discípulos em toda parte. Normalmente Deus chama pessoas simples, frágeis e os transforma em gigantes e os habilita para coisas tremendas! Por isso, não se deixe limitar por sua origem, cultura ou posição social. É a cada um de nós que o Senhor quer usar nesse tempo de conquista de território! Mais uma vez Deus quer fazer cumprir a palavra de1 Co 1.26-29 !

Gancho Evangelístico – É interessante a primeira mensagem pública de Jesus! Ele prega a necessidade do arrependimento e a vinda do Reino de Deus, que significa o domínio de Jesus sobre a vida das pessoas no nosso tempo e no futuro. Certamente é tempo de arrependimento e de volta para Deus. É uma mensagem importantíssima em nossos dias, diria até urgente, pois o povo está distante de Jesus, portanto, caminhando a passos largos ao interno de fogo. Só a fé em Jesus pode reverter este quadro. Como Jesus levantou discípulos nos seus dias, pessoas simples, sem cultura, sem status, sem condições adequadas segundo o padrão dos homens, assim o Senhor chama hoje a você e a mim para levarmos esta mesma mensagem e chamarmos as pessoas ao arrependimento e a fé em Cristo. Não se omita! Lembre: Deus não chama os preparados, mas prepara aqueles a quem chama!!! Consolide!!!
Ap. Claudemar Rheinheimer – 11/01/2018.