OLHAR PARA CIMA TEXTO CHAVE: Sl 121.1-2

Uma pessoa estava cansada da vida, desanimada de continuar vivendo, rodeada de toda a sorte de dificuldades que lhe pareciam insolúveis procurou, por fim, um amigo em quem confiava lhe disse: “Fiz tudo o que me foi materialmente possível para tentar resolver minhas dificuldades, mas tudo foi em vão! ” O amigo então, em resposta lhe perguntou: “Você também já fez tudo o que é espiritualmente possível para ter uma mudança na sua vida? ” Essa história retrata muito bem como a maioria das pessoas tenta solucionar problemas e dificuldades em sua vida. É por isso que há tanta decepção! Aliás, o RGS é o campeão nacional de suicídio. Alternativas humanas sempre são limitadas e levam, muitas vezes, a frustações e ao desespero. Nosso texto nos dá orientações a respeito da atitude correta em todas as situações da vida.

1. Muitas vezes precisamos de socorro – v.1
A vida não é um “mar de rosas” e nem um “conto de fadas”. Muitas vezes deparamos com problemas e dificuldades. Pode ser na área financeira! Desemprego, dividas, gastos exagerados gerando uma crise. Outras vezes pode ser na área da família! Desentendimentos, problemas de relacionamento! As vezes é problema de álcool ou drogas na vida da família. Tudo gera lutas, preocupações e dificuldades. Outras vezes pode ser na área da saúde! De repente uma doença, uma enfermidade que precisa de tratamento gerando preocupação, correrias, e gastos acima da capacidade. Tudo isso nos mostra que precisamos de socorro. O salmista também enfrentava as suas lutas e sua pergunta era: “de onde me virá o socorro? ”. Muitos procuram socorro no homem, só que não funciona. Deus já nos havia alertado a respeito disso (Jr. 17.5). O sábio Salomão diz que tudo que o homem tenta na sua própria força não passa de ilusão (Ec 1.14-15).

2. Precisamos olhar para o alto – v.1
O que é olhar para o alto? Primeiramente é entender e concordar que somos falhos e limitados. Para muitas circunstancias da nossa vida não temos respostas e nem soluções. Depois olhar para o alto é concordar que precisamos de ajuda e que estamos abertos para isso. Não tem coisa melhor do que poder contar com a ajuda real na hora da dificuldade. Isso gera a possibilidade de resposta, de solução para os problemas. Olhar para o alto também significa esperar em quem efetivamente pode auxiliar de fato e de verdade. O salmista já havia aprendido que, por mais forte e sábio que fosse, não tinha condição de obter vitória para suas demandas na força e capacidade do seu braço. Nos nossos dias somos treinados a tentar resolver tudo na nossa força e sabedoria. Aprenda a olhar para o alto! Para isso temos que depor nosso orgulho, nossa auto-suficiência! Precisamos permitir que o Espirito Santo aja no nosso interior criando fé e nos impulsionando para olharmos para o alto. Saindo do nosso “mundinho” do nosso egoísmo com certeza, seremos surpreendidos pelo Senhor que nos permitirá experimentar vitorias lindas e preciosas. Não nos faltam exemplos na Bíblia (Mencione alguns).

3. O Senhor é o socorro certo – v.2
Olhar para o alto é recorrer ao Senhor, entregar nas mãos de Jesus cada uma das nossas circunstâncias. Para que a vitória seja real, preciso verdadeiramente entregar em suas mãos a minha vida para que Ele seja meu Deus e o meu Salvador. Quando se estabelece uma relação de filho com o Pai celeste, as promessas são claras de que também passamos a ser herdeiros (Rm 8.7; Gl 4.7), e sendo herdeiros passamos a desfrutar tudo aquilo que Cristo conquistou para nós na cruz. O segredo é aprender a confiar nEle verdadeiramente e, por fé, simplesmente recorrer ao seu socorro para aquilo que necessitamos (Hb 4.16). Quando Paulo estava se defendendo diante do rei Agrida ele deixa bem claro que o seu socorro em todos os seus momentos de dificuldades, sofrimentos, riscos de morte sempre foi o Senhor (At 26.22). Nunca esqueça que o Senhor não só está pronto a socorrer, mas é capaz de fazê-lo pois o salmista declara que o socorro veio do Senhor que criou os céus e a terra. Isso significa que não há o que o Senhor não possa fazer na área espiritual, emocional, familiar, física, financeira, ministerial. É do alto, do Senhor Jesus que virá sempre o nosso socorro!

Gancho Evangelístico: A pergunta que o salmista faz para si mesmo, com certeza, é a pergunta que frequentemente fazemos a nós mesmos também. Onde conseguir socorro em meios as lutas e dificuldades! Gloria a Deus que o salmista encontrou a resposta! Nosso socorro vem do Senhor, o Deus que criou os céus e a terra. É essencial que entendamos que a nossa vitória não está em apenas citar as palavras de nosso texto básico, mas agir, fazer o que elas nos recomendam. Isso requer atitude, ação na busca desse Deus. Requer fé genuína no Senhor e na Sua Palavra. Requer uma vida de oração, de clamor, perseverança até que as promessas de Deus se cumpram na nossa vida e sejamos abençoados pelo Senhor. Na parábola contada por Jesus da viúva que foi pedir para que o Juiz fosse julgar a sua causa, o princípio a ser aprendido é: “Sobre o dever de orar sempre e jamais esmorecer” (Lc 18.1,7). Amados, com certeza, o socorro virá para aqueles que clamam, que gritam pelo socorro do Senhor! Deus não vai demorar, Ele é poderoso, e fiel, é verdadeiro, é confiável. Olhe para o alto, para o Senhor e seja surpreendido por esse Deus!!! Consolide!!!
Ap. Claudemar Rheinheimer –21/09/2017.